segunda-feira, novembro 23

O Oceano no Fim do Caminho

Sociedade ♥


"Nem todo autor quer mudar o mundo com o seu livro". 
Lembro de ter ouvido essa frase certa vez no canal da Camila Deus Dará, autora do livro Ninho de Fogo. 
Mas, imagine você que louco seria se um autor decidisse mudar todos os corações do mundo com o seu livro? Às vezes as pessoas pegam um livro e vêem nele um bom momento ou uma boa viajem, "novos ares, novos lugares" eles dizem. Mas a verdade é que não existe melhor sensação do que a de viajar por um momento chamado: Horas! E foi exatamente isso o que aconteceu com "O oceano no fim do caminho", não demorei muito, mas me segurei para não ler tudo de uma vez, não  li em dois dias, parei para lê-lo 4 vezes - duas viagens de dois ônibus.


Ano 2013 - Autor: Neil Gaiman - Páginas: 208 - Editora: Intrínseca  Skoob

Terminei esse livro há 20 dias, mas eu não conseguia resenhar, não conseguia falar dele.Agora faço uma breve resenha, cês sabem né, eu prefiro mil vezes conversar sobre os livros e até aqui, a gente só conversou, mas, se eu conversar mais com vocês eu dou spoiler, então vamos a uma breve resenha:

40 anos depois de deixar a cidade o protagonista retorna para um enterro, com essa obrigação de voltar, ele decide visitar a sua antiga casa, mas ela já não existe mais. Afinal, foram 40 anos! O protagonistadecide então visitar uma velha amiga e isso nos leva a percorrer junto com ele uma caminhada  até o fim do caminho, uma caminhada para:
40 anos atrás. 

Haviam muitas famílias, e no meio dessas muitas haviam duas: A família do nosso protagonista e a família de Lettie Hempstock e o destino dessas famílias se cruzou uma única vez em anos de vizinhança, o destino dessas crianças na verdade, e isso foi necessário para que a vida do protagonista mudasse drasticamente.

Em um momento da infância do nosso protagonista - sim, sem nome - sua família passa por momentos ruins (financeiramente falando) e precisa alugar o quarto do mesmo para complementar a renda e é aí que conhecemos "o minerador de opala", o novo hóspede da casa.
              Porém, menos de um mês depois quando o minerador de opala foi encontrado morto dentro do carro da família e o nosso  protagonista fora deixado na fazenda Hempstock, pois o processo policial que viria a seguir "não era coisa para crianças" acompanhamos então o inicio da amizade e da jornada do protagonista e Lettie, a neta da família Hempstock. Enquanto os adultos "resolviam as coisas", Lettie foi resolver as coisas que os adultos não poderiam e a contragosto da avó levou o protagonista junto.

          Ao chegar em um dos limites da fazenda Hempstock eles se depararam com o mau, com o que estava afetando as redondezas, logo sabemos que o minerador de opala não era a primeira e muito menos a última vítima, assim como o minerador de opala se matou por não poder pagar suas dividas, o mau despertado ou "Ursula Monkton", resolve espalhar dinheiro pela vizinhança provocando várias brigas por dinheiro sumindo e/ou aparecendo onde não deveria e quando Lettie pressiona Ursula a parar o que está fazendo, ela confessa que está dando as pessoas o que elas querem, o que elas anseiam e com isso sabemos que o suicídio do minerador de opala foi como um sacrifíco que a despertara.

Em uma batalha travada entre o bem e o mau, óbvio que o bem vence não é mesmo?

Se sim, não haveria motivos para o mau - Ursula estar dentro da casa de protagonista como um tipo de "babá" assim que ele retorna, não é mesmo?

Naquele mesmo dia, anterioirmente em um momento da primeira batalha entre o bem e o mau, "a coisa" havia lançado um redemoinho de palha sobre a dupla e o protagonista acabara tocando nele, isso acabou fazendo com que ele se ligasse a "coisa". E é assim que tudo se inicia, tudo mesmo, as possibilidades vão da destruição e fim da família do protagonista ao fim do mundo, as possibilidades são muitas e as chances de escapar são poucas, sem Lettie, quase nulas.

O nosso protagonista precisa correr contra o tempo para restaurar sua família e restituir sua vida, sem perder é claro a certeza de quem é quem e de quem está certo nesta história.
Mas isso, foi há quarenta anos, hoje nosso protagonista está de volta a cidade, a trazendo as memórias à tona... O que será que ele se lembra? Do que será que essa estadia naquela fazenda o fará lembrar?

O oceano no fim do caminho, ou o laguinho do quintal da fazenda Hempstock é talvez o lugar mais perfeito e fantástico de toda a literatura, as histórias e funcionalidades acerca dele fazem a gente viajar e suspirar mesmo sem estar lendo um livro. Nele encontramos amor, desamor, dores, alegrias, felicidade da infância aquela felicidade verdadeira, a felicidade incomparável e acima de tudo lealdade, a lealdade e a amizade que encontramos nesse livro é algo incrível, coloca qualquer outra no chinelo.

      Um outro ponto válido destacar, Lettie nunca tratou o protagonista na verdade, como apenas uma criança de 7 anos, não! Ele era um amigo e nada mais. Mas, imaginem tudo o que eu narrei acima, olhado pela perspectiva de uma criança de 7 anos, pela pureza de mente e de coração. Tem como ser mais maravilhoso que isso?

Nem todo autor quer mudar o mundo com o seu livro, mas, alguns o fazem e Neil Gaiman fez isso honrosamente.

CURIOSIDADES:

*Muitos acreditam que o livro seja uma autobiografia ficcional
*Muitos acreditam que as Hempstock sejam apenas uma

Então é isso sociedade, se tem deixa brilhar eu dou cinco estrelas pra esse livro porque ele é excepcional.






15 comentários:

  1. Nossa legal esse livro. Gosto de histórias com batalhas entre o bem e o mal e que nos prende dessa forma como você citou. Só não sei se du conseguiria demorar na leitura para apreciar...porque quando me empolgo não consigo parar.
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me gera muitas dúvidas. Já li várias resenhas positivas e várias negativas, acho que terei que ler para tirar minhas próprias conclusões.

    Beijos,
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Achei a premissa até interessante, mas eu não o leria, a vida do protagonista é um tanto confusa, acredito que, pra apreciar essa leitura, é necessária atenção total, pois há muitas informações jogadas de uma vez...

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tayana, eu li esse livro um tempo atrás e me apaixonei pela leitura, achei a obra impressionante e adorei as curiosidades que você separou. Sempre que posso estou indicando o livro. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Tayana!
    Sabe que eu comecei a ler esse livro, mas não me senti apegada em nada da história? Apesar de ser um gênero que eu gosto muito, eu não gostei muito do começo da história, ela acabou não me prendendo e eu larguei de mão, sabe?
    Mesmo assim, espero que, um dia, eu consiga ler ele depois e ficar encantada como você ficou!
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  6. Oii!

    Eu não vi nada sobre esse livro e nossa que resenha! Acho que ele tem muuuito a nos ensinar com esse livro. Li suas curiosidades alí e só aumentou a vontade de ler o livro.
    A escrita parece ser muito bem feita - não li nada do autor - espero de coração ler e me encantar assim como você :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Tay!
    Menina, estou há tempos querendo ler esse livro, já li resenhas elogiando a obra do Neil e eu ainda não tive a oportunidade de ler nada do autor. Parece ser uma história incrível e intrigante, sua resenha está ótima e só fez a minha vontade aumentar.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  8. Oi Tay! :)
    Estou com esse livro há 1 ano no kobo, mas até agora nada de fazer a leitura por pura falta de tempo.
    Todo mundo fala maravilhas desse livro e eu sei que vou amar (como não amar uma história dessas, me diz?). Além do mais, protagonistas crianças geralmente me conquistam logo de cara. <3
    Preciso tomar vergonha nessa minha cara relaxada e ler ele ante que faça mais um aniversário no kobo sem ter lido.
    Beijos, resenha linda!!!! <3
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Neil Gaiman é um autor que eu não li ainda. Eu não sou uma leitora de livros fantásticos, mas tenho curiosidade com as narrativas desse autor, principalmente O Oceano no Fim do Caminho.
    Não é uma leitura que farei no momento, mas espero ler um dia.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Tay,
    Assim como você, também gostei muito desse livro...
    Mas vi muito mais como uma analogia da vida real do que uma fantasia.
    O Neil tem esse talento, transformar coisas simples em extraordinárias.
    Pude aprender muito com esse livro e mesmo sendo tão curto ele é intenso em suas poucas páginas.
    Eu adorei e como você, também super recomendo.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  11. Oiii, tudo bem?
    Nossa ouço falar muito bem desse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Pretendo reparar minha falta em breve.
    Amei o post.
    ♥♡Bjs ♡♥
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiii, tudo bem?
    Nossa ouço falar muito bem desse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Pretendo reparar minha falta em breve.
    Amei o post.
    ♥♡Bjs ♡♥
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li nada do Neil, minha amiga amaaaaaaaaa ele.
    Espero lê-lo em breve. Ótima resenha.
    Beijos, Maisa.
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, já quero outro, e depois outro hahahha

      Excluir
  14. Oi, Tay! Tudo bem?

    Fiquei muito curiosa para ler o livro! Se tiver oportunidade, vou conhecer o trabalho do autor por esse livro :)

    Beijos,

    Pah - Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir